Saturday, March 29, 2014

Brejo

Destemidamente, quando vieres em doses de afeto desmedido, laço de brisa nos cabelos, vou deslizar a face para que seu impulso tome outro rumo, e assim, vire beijo... Ele.

Thursday, March 20, 2014

Poesia torta

Definir algo indefinível é como contemplar o incontemplável, completar o incompleto, mensurar o imensurável, propor infinitude ao finito. Diante de (in) definições, o amor não é definível, e sim vivenciado cotidianamente. Faz poesia como quem chora Faz poesia como quem ama Faz poesia como quem odeia Faz poesia como quem clama Faz poesia como quem nasce Faz poesia como quem respira Faz poesia como quem sonha Faz poesia como quem se atira Faz poesia como quem morre Faz poesia como quem adormece Faz poesia como quem voa Faz poesia como quem tece Faz poesia como quem perdoa Faz poesia como quem desfalece Faz poesia como quem esta à toa AH! Faz apenas torta poesia... Ele.