Thursday, June 28, 2007

Branco dos olhos

Branco dos olhos
Pálido é o espelho que reflete sua hora
Das cortinas lilases que se sobressaem em transe

Ao avesso do espinho que sangra!
Despejam-se nas mãos esperanças remotas
Cravou-se no varal das incertezas
Debruçou-se em línguas infalíveis
Denunciado foi no branco dos olhos...

Eu.

Tuesday, June 26, 2007

Delírio (s)

...que venha a chuva e nos molhe de sensações, nos brinde com delírios e devaneios, afinal tudo isso "aqui", nesse plano, é apenas abstração do que pode ser "concreto" .
Eu.

Sunday, June 24, 2007

Pálpebra Lilás

...apenas pálpebra Lilás.

Eu.

Monday, June 18, 2007

Mar (celas) do campo

Algumas marcelas do campo.
Pular os vagões de um trem abandonado em dias de sol. Ali também trocavam postais da época vitoriana. Vinho tinto às cinco horas da manhã. Alguns hábitos tornaram-se insubstituíveis. Dessa maneira simples e tênue o tempo para Léo e Beatriz não existiu. Foram três estações primaveris e um intenso inverno juntos. Tudo teve seu fim em certo dia solar, quando se desabrochou um pedaço de céu, que já não era mais cinza, e assim o sol mostrou um de seus olhos. Tudo existiu, mesmo não existindo....
Eu.

Wednesday, June 13, 2007

Debruça em mim

...todo seu, todo nosso...café e/ou chá + amenidades, vêm...debruça em mim.

Monday, June 11, 2007

Ama (relo)

...vejo nas sublimes palavras estendidas através de um campo de flores amarelas um repleto mar de fragrâncias e pureza nunca até então sentido, visto.Não há mais ausência de você...nos temos.
Agora.

Eu.

Tuesday, June 05, 2007

Sub(ida)

Sobes até a montanha mágica de sua imaginação e sentes o desejo realizado, pulsando em ti como um coração em desatino...

Eu subi.
Eu.

Saturday, June 02, 2007

Al (ma)
Mesmo quando os olhos não alcançam, não impedem que almas se aproximem...

Eu.

Friday, June 01, 2007

Instan (te)

Improvável sim...?!Não?
Quem bom, o não-impossível conforta-me.
É possível.
Espero.
Anseio.
Agora.
Mais do que alguns minutos atrás, muito mais...

Eu + eu.