Wednesday, December 09, 2009

Eu.

O que me preocupa é ser seletivamente exagerado, nós "Seres dito Humanos" temos a tendência de avaliar as pessoas de fora para dentro, é perigoso, um perigo inerente, eu sei, mas o ideal é uma análise de dentro para fora, poucos fazem isso, poucos que são a minoria.
Mas é muito bom fazer parte dessa "Minoria", se paga um preço, mas é válido, extremamente válido.
Mesmo porque, fazer parte da "massa" povão alienado que pensa da mesma maneira, isso não é pra mim, não mesmo.
Não há aqui nenhum valor em relação à ser mais que alguém, definitivamente não, apenas ser essência por essência...
Alguém.


Eu.

1 comment:

In The Mist said...

Penso da mesma maneira que você...
Acredito que a complexidade das pessoas vai muito além da aparência e estereotipos... São passíveis de serem vistas com a unicidade e introspectividade que as suas existências permeiam...
E esta visão mais atenta e detalhada acaba por nos tornar mais rigorosos, acredito, por perebermos mais o que se passa no âmago de outrem, incluindo, aí, muitos sentimentos vis extremamente "humanos"... E nossa desilusão perante tal percepção das pessoas e sua podridão às vezes parece não poder ser maior... Mas, de fato ainda há uma minoria que acalenta a esperança.