Sunday, May 23, 2010

Isolation

O aspecto do “Isolamento" é de extrema complexidade, haja vista a nossa própria complexidade enquanto ditos "Seres Humanos", pois muitos de nossos atos classificados como globalizantes, inerentes a sociedade e também de extremo consumo, aos meus olhos são insólitos, impessoais e superficiais, sim, enquanto seres humanos na verdadeira acepção da palavra deveríamos ser sempre sociais/sociáveis, porém, não devemos esquecer que somos animais "racionais" seletivos, portanto sempre haverá entre as relações humanas ou pseudo humanas o processo da seletividade, não vamos e não temos o compromisso de sermos sociais com todos os que nos cercam, mesmo porque esse todo é um espectro de grande dimensão, não se pode caracterizar ou rotular alguém apenas pela maneira que se interelaciona com o outro, ao menos não em sua totalidade.
A seletividade sempre esteve presente, é historicamente construída ou idealizada.
A idéia de "Seres Humanos" falhos, influenciados pelo meio ou não, descontentes e principalmente alheios a conceitos de massa, podem perfeitamente servir como exemplo para o tal isolamento de alguns, isolamento esse que pode ter várias facetas. Definitivamente pensar apenas como um bando de gado, alienados, sem conceitos próprios e poder de abstração, nos torna apenas mais um no bando. Grupo o qual não me incluo, sem a menor pretensão de ser mais ou menos que meus pares, mas sim, diferente.
Poema que sintetiza tal modesta colocação:

Eu sairia agora.
Chove.
Eu costumo andar pelas ruas com árvores frondosas daqui, são muitas, elas pendem e se deitam até o asfalto, há ruas em que elas tocam o chão.
É bom, é ótimo, faz bem...
Eu gosto.
Gosto de amenidades, doçura, nesse "meio", não há como compartilhar com ninguém, então me lanço ao meu "eu" autista.

Eu.

*Autismo: Estado mental causado pela absorção em devaneios subjetivos e alheamento do mundo exterior.
Isso é tão necessário.
*In Memorian ( Ian Curtis - Joy Division)

No comments: